Metal e Loucuras

Metal e Loucuras

quinta-feira, 30 de maio de 2013

Mirror My Mirror

O início dos anos 90 trouxe, para mim, a melhor safra de álbuns de heavy metal do Brasil. E de cara, em 1990, o Witchhammer de Belo Horizonte lançou seu 2º álbum (e considerado por muitos o melhor), o Mirror My Mirror. A capa do bolachão era dupla, com a arte criada pelo consagrado Kelson Frost. As letras e a bruxa do verso eram prateadas e davam um efeito legal ao movimentar a capa (coisa que não se repetiu com o CD). A banda era composta por Paulo Caetano (guitarra e vocal), Casito (baixo e vocal), Leandro (guitarra e backing vocals) e Teddy na bateria.
 Há um charme especial neste trabalho que são os vocais femininos na introdução (Liberty) de Mirror My Mirror e A Party For The Sunrise (consequentemente as melhores músicas). From a Suicide Man To God eu também gosto muito e Underground Ways. Já The Worm That Turned Into Man tem partes cantadas em inglês e português (que lembram a poesia de Manuel Bandeira - O Bicho). O Witchhammer estava no caminho certo para lançar seu álbum mais coeso, o qual ainda publicarei em outra oportunidade. Se você não conhece Mirror My Mirror, está deixando de conferir uma das mais legais obras do thrash metal brasileiro.

domingo, 26 de maio de 2013



Olá criaturas noturnas. Depois de um longo período de hibernação o Metal e Loucuras está de volta. E entre outras surpresas estamos inaugurando as postagens com os melhores álbuns nacionais de todos os tempos. Temos o prazer de começar com este debut dos mineiros do Overdose, lançado em forma de split com o Sepultura no ano de 1985, pela Cogumelo. O som era um heavy metal agressivo cantado em português, e na minha opinião, é o melhor álbum cantado em nossa língua.

As músicas são Anjos do Apocalipse (clássica - quem curte sabe toda a letra), Filhos do Mundo e Século XX. A formação era Bozó nos vocais, Claudio e Ricardo nas guitarras, Pazzini no baixo e Helio na bateria. São poucos os metalers do Brasil que não conhecem este álbum, mas se ainda não, passou da hora, afinal a bolacha está quase completando 30 anos.