Metal e Loucuras

Metal e Loucuras

quarta-feira, 26 de junho de 2013

Born...Suffer...Die


Grande Headhunter DC da Bahia. Formado em 1987 e propagando até hoje o verdadeiro death metal, o Head Hunter gravou em 1991, através da Cogumelo, este grande álbum. Como eu disse anteriormente, o início dos anos 90 ficou marcado pelo lançamento de álbuns excepcionais do metal brazuca e este não foge do contexto. Bateria e baixo marcantes, solos de guitarra beirando o heavy metal (em uma época em que os solos de death metal nacional pareciam seguir a regra de 'não ultrapasse os 3 segundos'), e os vocais excelentes do frontman Sérgio Baloff, no melhor estilo Glen Benton (gutural e rasgado). Pra mim, era o que o Head Hunter tinha de melhor nesta época. 
O play é todo muito bom, mas vou citar minhas favoritas: Death Vomit (com apenas 44 segundos) e Winds of Death (1:16) são aquelas passagens perfeitas que se tivessem mais tempo estragavam, e mesmo assim queríamos que fossem maiores, porque são muito fodas. Hell is Here e Suicide Soldier para mim são as melhores, perdi a conta de quantas vezes ouvi estas músicas desde a época do k7, e a poderosa Why Wars fechando o álbum com toda a fúria. O Head Hunter abriu as portas com os dois pés e ainda socando tudo à sua frente.

Nenhum comentário:

Postar um comentário