Metal e Loucuras

Metal e Loucuras

sábado, 14 de junho de 2014

Back From Hell


Após o sucesso com a estréia de Bonegrinder o Drowned de Belo Horizonte retornou com um EP acima da média, e em pouco tempo provava que a banda não estava para brincadeiras. O EP foi lançado em dia de festival em BH que reuniu bandas de destaque do metal nacional, como Siecrist, Nervochaos, Distraught e Torture Squad. A capa ficou novamente a cargo do cartunista Zinho, e apesar de mais simples, veio mais diabólica, para encarnar o título do disco.
Neste trabalho o Drowned veio mais cru, com o som mais sujo, para a alegria dos fãs de metal extremo, mas com a mesma técnica demonstrada no debut.
A primeira cacetada é 'Back From Hell', uma faixa que tem um refrão bem forte que gruda na cabeça. 'Rhymes of death' é instrumental e serve de abertura para a poderosa 'Demonic Cross' com Fernando soltando a voz dividida entre guturais e rasgados. 'Evil Darkness Inside' é uma das músicas que já existiam e ganhou novos arranjos para o EP. O primeiro cover é 'Bestial Devastation' do Sepultura, precedida de uma dispensável 'The Curse' que não faz jus à original. Mas 'Bestial' ficou excelente na roupagem do Drowned, mais rápida e Beto descendo a mão na bateria. Aliás, repetir a formação de Bonegrinder contribuiu muito para a qualidade atingida pela banda. 'Bloody Sand' é uma nova roupagem para a instrumental 'Blood Sand' do álbum de estréia. ' Destroyer' segue a destruição sonora com um bom solo e é uma faixa que não ficou pronta a tempo de entrar em Bonegrinder. O outro cover já não agrada tanto, 'The laws of Scourge' do Sarcófago merecia uma gravação melhor, pois é um clássico absoluto do metal nacional e além disso já havia saído no tributo à banda. 'Fuckin Twins' é outra instrumental e o trabalho ainda traz duas versões demos para músicas que saíram no debut, 'Bonegrinder' rebatizada no disco de estréia como 'Men Who Break Bones' e 'Wisdom Without Direction'. A curiosidade é que a banda decidiu lançar todos os seus álbuns com o título começando com a letra 'B'. Mais um EP mineiro que entrou para o roll dos clássicos EPs do metal nacional.

Nenhum comentário:

Postar um comentário