Metal e Loucuras

Metal e Loucuras

domingo, 15 de dezembro de 2013

Straight

E a Dorsal Atlântica seguia firme sua saga. O ano era 1996 e a banda resolveu apostar todas as suas fichas neste álbum. Após o excelente Alea Jacta Est o baixista e irmão do líder Carlos Lopes, Cláudio Lopes, deixou a banda para a entrada de Angelo Arede, que tocava em uma banda de death metal. Por isso talvez os backing vocals aqui tenham ficado tão guturais. Straight foi gravado na Inglaterra no Rhythm Studio e produzido por Paul Johnston, e masterizado no Polifonia em Belo Horizonte. O disco foi lançado pela Cogumelo assim como o disco anterior e apresenta um som muito bem produzido e direto como o próprio nome sugere.
As músicas são mais curtas e se aproximam mais do hard core, através das letras sempre políticas de Carlos "Vândalo", agora vegetariano, e proporcionaram uma turnê bem estruturada pela Europa. Justamente a música de maior duração é a única faixa ruim do disco, "Mothers of Tomorrow" com seus três minutos, não chega perto das demais composições que estão extremamente brutais. Uma das melhores faixas é "Who The Fuck Do You Think You Are", cantada por Rat da banda Varukers e ficou sensacional. A Gutural "Black Mud" também é excelente e outras que se destacam são "Sign of the Times", "Straight", "Dor" (em português), "H.I.V.", "Bollocks" e "Blood Pact". Guga também segura a onda muito bem na batera novamente. Pena que a banda praticamente desapareceu após este álbum, lançando trabalho de inéditas só recentemente, 16 anos depois. Grande trabalho de uma das bandas pioneiras do metal nacional. 

Nenhum comentário:

Postar um comentário