Metal e Loucuras

Metal e Loucuras

sexta-feira, 22 de abril de 2016

Slayer - Postmortem (Reign In Blood - 1986)


Pós Morte

Funeral preparado
Para a depressão do homem
Segurando a chave de sua própria morte
Entrando numa tumba
De um cadáver já concebido
Aperte o torniquete
Em volta do seu pescoço

Peneirando as ruínas
De sua vida de ódio
O toque gelado da morte
Começa a dar calafrios em sua espinha
Procurando vida
Além do seu perecimento
Repetindo palavras que ecoam por sua mente

Salmodiando versos de bruxaria cega
Para salvar a si próprio da extinção
O desejo pela morte
É a sua razão de viver
Nova vida nasce dos oprimidos

Prove seu sangue
Enquanto ele jorra pelo ar
Outro infortúnio
Além das sombras que você caiu
Perda de controle
O destino você pressente
Ele se aproxima
Fatalidade, realidade
Você aguarda o chamado final

Meu olhar pecaminoso para o nada
Retém pensamentos de morte atrás dele
Esqueletos em minha mente
Começam a rasgar minha sanidade
Vasos sanguíneos em meu cérebro
Carregam a morte até meu nascimento
Venha e morra comigo para sempre
Compartilhe a insanidade

Você quer morrer!

As ondas de sangue estão fluindo rapidamente
Se chocando contra o muro de mentiras
Desligando minha sanidade
Voltando-se para dentro da minha mente
O corpo que não se levanta da sepultura
Mostrando uma nova realidade
O que eu sou
O que eu quero
Sou apenas o pós-morte

Nenhum comentário:

Postar um comentário